1 de agosto de 2011

Eles dão o sangue contra nós, mas não deixam de se curvar

É sempre diferente ver que muitos dos times do Brasil ou não, jogam como se fosse por um prato de comida quando jogam com o São Paulo FC. Um grande exemplo é o que aconteceu contra o Avaí na Copa do Brasil, e também do Coritiba e do Vasco nestes últimos jogos.

Claro que atraímos uma grande mídia e que muitos destes clubes gostariam de ter a mesma repercussão que tem os grandes da nossa capital, mas sobre tudo é sempre diferente quando enfrentam o São Paulo. Eu vejo muito isso e não poderia deixar de citar aqui.

O Vasco ontem, mesmo que já vindo de vitórias e de bons jogos fez o possível e conseguiu nos vencer em nossa casa sacrossanta. Dedé que foi convocado recentemente justificou sua raça em campo e jogou um partidão tirando várias bolas nossas. Parabéns à ele.

Outro que poderia destacar foi o treinador Ricardo Gomes (Ele mesmo, quem diria), conseguiu mais uma vez ganhar um jogo em cima do Adilson, coisa que já tinha conseguido por outras duas vezes... Eita Adilson, se é fregues do R. Gomes vai ganhar de quem, hein!!?

Mas voltando ao assunto principal... muitos outros jogadores eu já vi dando a vida em campo contra o nosso clube, inclusive muitos ex jogadores como citaria Dodô, Ricardinho (que por mim se aposentariam por invalidez pela falta total de ética e caráter demonstradas não só aqui, mas por toda a carreira), Danilo (hoje gambá), Éder Luis que nesse fim de semana fuzilou o gol para marcar o primeiro gol do Vasco foi um outro exemplo...

Por alguma questão particular, por quererem um dia vestir a nossa camisa ou por insucesso no clube os move a ter esta atitude ou lógico, profissionalismo. Como saber? Bom, muitas das vezes eles mesmos falam. Estava vendo um trecho da coletiva do Ricardo Gomes na ESPN, e um trecho que se destacou para mim foi este:

"No comando do Vasco, o técnico Ricardo Gomes retornou ao Morumbi praticamente um ano depois da saída do São Paulo. E deixou o estádio neste domingo com as glórias da vitória por 2 a 0 pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ainda assim, o comandante rechaçou qualquer tipo de crítica ao clube paulista que não renovou seu contrato após o primeiro semestre de 2010.

"Para começar, quero falar que diretores e jogadores do São Paulo vieram falar comigo, muitos me cumprimentaram. Em qualquer lugar, nunca há unanimidade, mas fiz muitos amigos neste clube. Não vou saborear a vitória. No São Paulo, as pessoas são grandes", elogiou o ex-zagueiro."


Matéria completa AQUI

É incrível que apesar de fazerem sucesso aqui ou não, todos não deixam o respeito de lado, todos sabem da nossa grandeza e o que representamos. Outros jogadores virão pela raça demonstrada contra o São Paulo FC, e lógico outros sairão e darão o sangue contra nós... alguém duvida? Eu, não! Até porque passam se os anos, os jogadores... mas o clube fica!

#VaiSãoPaulo

twitter: @RodrigoMMunoz ou no @OTF_spfc
Postar um comentário